ESTÂNCIA VELHA – Guarda Municipal usará drone com alcance de oito quilômetros todos os dias

Agentes terão uma visão mais ampla e, naturalmente, privilegiada das ruas e de movimentações suspeitas 

A Secretaria de Administração e Segurança apresentou, nesta quarta-feira à tarde, um novo aliado no combate à criminalidade. A partir desta data, a Guarda Municipal passará a usar, diariamente, um drone para auxiliar no policiamento do município. Com um alcance de até oito quilômetros de distância e capacidade de até 40 minutos de voo, do alto, os agentes terão uma visão mais ampla e, naturalmente, privilegiada das ruas e de movimentações suspeitas. Ainda, terão a chance de realizar um sobrevoo prévio antes de entrar em áreas de difícil acesso ou em locais de ocorrência de vulto.

A proposta da administração, ao definir um plano de uso do drone é aumentar a sensação de segurança no município e de iniciar um processo de modernização da Guarda Municipal, com o emprego de tecnologias que auxiliem os agentes no trabalho cotidiano. “Uma cidade como Estância Velha precisa acompanhar as evoluções tecnológicas a favor da segurança”, pontuou o prefeito Diego Francisco.

O chefe do Executivo acompanhou a demonstração do uso do equipamento, que aconteceu na rua João XXIII, no bairro Rincão dos Ilhéus. “Vejam bem, não estamos inventando nada novo, mas precisamos ser inteligentes e colocar em uso as nossas potencialidades”, explicou Diego, ao referir que o drone já fazia parte dos equipamentos de serviço da Guarda Municipal, mas que era usado somente em momentos raros. 

Reforço  

O secretário de Administração e Segurança, José Dresch, voltou a repetir o que já havia afirmado na última quinta-feira, quando o drone reforçou a Operação Balada Segura. “Queremos fazer ações nos bairros, queremos ampliar os “olhos” da Guarda pela segurança de todos”, avisou. Dresch explica que, além do alcance de até oito quilômetros, o drone também irá auxiliar no acompanhamento de veículos suspeitos. “A partir do momento em que identificamos o veículo, a operação do drone aciona um dispositivo que passa a fazer o acompanhamento do alvo”, detalhou.

O uso do drone no policiamento se somará ao emprego de outras tecnologias que a administração pretende anunciar em breve. Uma delas, é o uso de câmeras que gravam as ações da polícia. As câmeras de corpo, como são chamadas, já estão em fase de testes desde o dia 20 de abril. O período de testes termina nesta sexta-feira. A Administração estuda o modelo de contratação deste serviço para instalar as câmeras em todo plantel operacional da corporação.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

cinco × um =