PAÍS – Bolsonaro chama de “canalha” quem é contra tratamento precoce para a Covid-19

Presidente deu a declaração durante cerimônia no Palácio do Planalto nesta quarta (5) 

O presidente Jair Bolsonaro chamou nesta quarta-feira (5) de “canalha” quem é contra o chamado tratamento precoce contra a Covid-19, com uso de medicamentos como cloroquina e hidroxicloroquina, substâncias com ineficácia cientificamente comprovada para a doença.  

A promoção do tratamento precoce é um dos alvos da CPI da Covid, que ocorre no Senado e tem o objetivo de investigar as ações e omissões do governo Bolsonaro na pandemia, além do repasse de recursos federais a estados.  O tema foi abordado durante o depoimento do ex-ministro da Saúde Luiz Henrique Mandetta à CPI, na terça. Ele afirmou, por exemplo, que uma minuta de decreto presidencial propôs que a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) alterasse a bula da cloroquina para que o medicamento fosse indicado no tratamento da Covid-19. 

Tratamento 

Bolsonaro sempre defendeu o chamado tratamento precoce e afirma que se curou da Covid-19 graças ao uso da hidroxicloroquina. O comentário do presidente nesta quarta foi feito durante comentário sobre a CPI da Covid. “Canalha é aquele que é contra o tratamento precoce e não apresenta alternativa. Esse é um canalha. O que eu tomei [para tratar a Covid], todo mundo sabe. Ouso dizer que milhões de pessoas fizeram esse tratamento. Por que é contra?”, disse Bolsonaro durante discurso no Palácio do Planalto. 

CPI  

O presidente disse esperar que a CPI investigue o resultado do uso em massa de hidroxicloroquina durante o colapso da saúde em Manaus, no início do ano. E questionou as razões de quem se diz contra o investimento do governo na produção e distribuição do medicamento durante a pandemia. Bolsonaro afirmou ainda que está “sugerindo” a senadores da base aliada ao governo que fazem parte da CPI o convite para que profissionais que defendem o tratamento precoce falem à comissão.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

doze + dezenove =