PORTÃO – Kiko Hoff busca união com os vereadores eleitos

Prefeito eleito quer câmara e Executivo em harmonia 

Kiko, prefeito eleito de Portão – Crédito: Marcelo Fiori/CMP

Ninguém faz nada sozinho. É a partir desta premissa que o prefeito eleito de Portão, Kiko Hoff (PDT), solicitou ao presidente da Câmara, Adair Rocha (MDB), um encontro na sede do Poder Legislativo com todos os 11 vereadores da 14ª Legislatura (2021-2024) em um sábado de dezembro a ser definido.

“Quero me encontrar com quatro atuais colegas que se reelegeram e com os outros sete para, juntos, alinharmos ações para o próximo governo”, destaca o pedetista, cujo mandato será marcado por uma relação muito próxima com os vereadores, independentemente de partido.

Kiko é da opinião de que todos podem colaborar com o desenvolvimento de Portão, mesmo que não sejam da bancada da situação. É por esse motivo que na próxima semana irá viajar a Brasília em busca de recursos federais para tocar projetos do Município. “Precisamos dos deputados do nosso lado, sejam de quais partidos forem. O Giovani Feltes (MDB), por exemplo, é um ser humano diferenciado, que veste a camiseta de Portão. Quem é do bem, quem faz a diferença na vida das pessoas, tem o meu apoio”, ressalta.

Limitações  

Em seu pronunciamento na Tribuna, o prefeito lamentou que a pandemia tenha limitado a programação natalina realizada pela prefeitura. Como aglomerações estão proibidas, a Praça do Chafariz não será decorada como nos outros anos. Para que a data não passe em branco, o governo Renato Chagas implantou a Caravana de Natal, que percorre os bairros aos domingos. “Espero que no próximo ano a situação esteja normalizada e assim possamos decorar o nosso principal cartão-postal de Portão”, projeta.

Quanto à pandemia, que tem recrudescido nos últimos dias, o pedetista afirmou que as pessoas precisam ter mais cuidado nos momentos de lazer, por estarem mais relaxadas. Em ambientes de trabalho, segundo ele, a chance de contágio é menor porque a adesão aos protocolos de higiene é bem maior.

Kiko Hoff também usou o Grande Expediente da sessão ordinária para enaltecer o colega Luiz Carlos Bandeira da Rosa (Solidariedade), popular Salgadinho, que se despede da Câmara, mas orgulha-se de ter feito seu sucessor, o filho Dioni Bandeira — vereador mais votado no pleito de 15 de novembro. “Para mim, fica a marca de um homem público de coração puro, do bem, de uma pessoa iluminada, com o qual tenho o prazer e a alegria de ser amigo e conviver diariamente”, elogia.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

dezoito − 7 =