Novo Hamburgo terá operação para evitar aglomerações

Prefeitura reuniu forças de segurança para montar estratégia  

A prefeitura de Novo Hamburgo afirmou que vai apertar o cerco contra baladas, pubs e bares ou qualquer estabelecimento que promover aglomerações. A prefeita Fátima Daudt reuniu o comando da Brigada Militar, secretaria municipal de Segurança, Guarda Municipal e Central da Fiscalização para definir medidas e ações enérgicas contra este tipo de evento. “Não é possível tolerar o desrespeito sistemático por parte de alguns estabelecimentos em detrimento de toda a comunidade”, justificou.

Ao final do encontro, ficou definido um conjunto de estratégia pelo Comitê de Fiscalização e Operações Covid, que irá se reunir sistematicamente. As primeiras operações devem ocorrer já nos próximos dias. Quem for flagrado realizando eventos que promovam aglomerações será multado e poderá ter seu estabelecimento fechado por 90 dias. Além das forças de segurança que estiveram no encontro, novas reuniões terão ainda a participação do Corpo de Bombeiros, Polícia Civil e Ministério Público, entre outras instituições.

Reunião ocorreu nesta quarta – Crédito: PMNH

“A Brigada Militar reforça sua parceria para auxiliar o município no que for preciso”, destacou o comandante do Comando Regional de Policiamento Ostensivo do Vale do Sinos (CRPO), tenente coronel Carlos Daniel Schultz Coelho, que esteve acompanhado do comandante do 3º Batalhão de Polícia Militar, major Emerson Ubirajara de Souza. “As ações realizadas até foram muito importantes, mas os efeitos precisam ser mais eficazes, então vamos torna-las mais severas”, acrescentou o coordenador da Central de Fiscalização e secretário municipal de Meio Ambiente, Udo Sarlet.

Alta de casos 

A prefeita lembrou que, nos últimos dias, o município tem visto uma alta considerável de pessoas com sintomas que procuram atendimento ambulatorial. Esta alta acentuada ainda não se refletiu na mesma velocidade em internação hospitalar, mas a ocupação dos leitos está crescendo, inclusive na rede privada, que já está acusando lotação. Conforme o painel da secretaria estadual da Saúde, dos 62 leitos de UTI exclusivos para Covid, 49 (79%) estavam ocupados nesta quarta-feira.

Por enquanto, a atual estrutura do Hospital Municipal está dando conta da demanda, no entanto o município já está se organizando para ampliar novamente o número de leitos de UTI dedidados exclusivamente à Covid. “Neste momento, nossa maior dificuldade é a contratação de médicos e corpo técnico. Por isso, as pessoas precisam compreender a seriedade deste momento e seguir com protocolos de prevenção”, explica Fátima

Estratégia 

A prefeita de Novo Hamburgo destaca que a estratégia da prefeitura é, além de reforçar a fiscalização contra eventos clandestinos, chamar a atenção das pessoas para os cuidados individuais, alertando para as responsabilidades de cada um. “Teremos fiscais, que vão trabalhar como monitores espalhados pelas principais áreas da cidade, como Centro, Canudos, Kephas, inclusive praças, para orientar as pessoas a evitar aglomerações e a seguir usando máscaras”, antecipa a prefeita. Estes fiscais estão nas ruas já nos próximos dias também.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

cinco × 1 =