Portão – Leco propõe força-tarefa visando o fim da falta de iluminação na ERS-240

Vereador quer união de parlamentares em torno da causa

Leco (foto) sugeriu que todos os 11 colegas se unam em torno da causa – Crédito: Marcelo Fiori.

Ao ocupar a Tribuna do Legislativo na última segunda, 17, o vereador Alexsandro Argenta (MDB), o Leco, lamentou as más condições de iluminação pública ao longo da rodovia ERS-240, onde três pessoas morreram no mês de junho, apenas no trecho de Portão. “Quantas vidas ainda iremos perder nesta estrada sem que nenhuma providência seja tomada para melhorar a segurança? O pedágio arrecada mais de dois milhões e meio de reais, então eu questiono: não tem dinheiro nem para colocar uns postes de luz?”, indagou.

O vereador sugeriu que todos os 11 colegas se unam em torno da causa e busquem juntos uma solução diante da Empresa Gaúcha de Rodovias (EGR), já que ações isoladas nos últimos anos não surtiram efeito desejado, isto é, a redução da mortalidade nas estradas 240 e 122. “Está na hora de pararmos com discurso e mostrarmos que esse Legislativo tem força”, frisou. Leco afirmou que no município a escuridão é muito problemática entre o Areião e a praça de pedágio (ERS-122) e entre a loja Malhas Daiane e o acesso à rua Estância Velha (ERS-240).

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

três × 5 =