Portão e Capela unidos pela Rodovia Transaçoriana

A união dos dois municípios aumenta a chance de a obra sair do papel

Parlamentares estivedram reunidos na segunda-feira, 18. Crédito: Divulgação.

Acompanhado dos vereadores Alexsandro Argenta, o Leco, e Paulo Ricardo Bonini, o presidente da Câmara de Vereadores de Portão, Diego Martins, buscou na segunda-feira, 18, o apoio político de Capela de Santana para retomar o projeto de pavimentação da Rodovia Transaçoriana.

Em reunião com o prefeito, Alfredo Machado, e o secretário de Administração, Fabio Moreira, o chefe do Poder Legislativo destacou que a união dos dois municípios aumenta a chance de a obra sair do papel. “Nossos interesses são comuns, por isso é necessário convergir forças. A nova estrada irá trazer novos negócios e desenvolvimento a ambas as cidades, sem contar que aliviará o fluxo na ERS-240 e na BR-116”, destaca Diego.

Segundo ele, o governo de Capela foi receptivo e agora serão juntados documentos como os anteprojetos da Transaçoriana e ofícios da CICS Portão para um novo encontro com o secretário de Transportes e Infraestrutura, Juvir Costella. “A estimativa é que o trecho de Portão demande de R$ 5 milhões a R$ 6 milhões em investimentos, enquanto Capela, uns R$ 8 milhões”, calcula o presidente da Câmara.

Conforme Leco, aproximar Portão e Capela para representa maiores chances de atingir o objetivo, a exemplo do que ocorreu em Nova Santa Rita, cujo trecho asfaltado foi concluído em 2014. “Irei marcar uma agenda com o secretário Costella, porque a população da Sanga Funda já cansou de comer poeira.”
Paralelamente à agenda com o governo estadual, as lideranças dos dois municípios decidiram também levar a demanda ao Ministério do Turismo. “Portão e Capela fazem parte do Vale da Felicidade, uma consolidada rota turística que há vários anos vem sendo pavimentada por etapas mediante investimentos federais com contrapartidas das prefeituras. Iremos em busca de alternativas para obter recursos”, encerra o presidente da Câmara.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

14 − 1 =