Novo Hamburgo ganha o prêmio “Gestor Público”

Postado por Ari Schneider  /   novembro 09, 2018  /   Postado em @destaque-foto  /   Nenhum comentário

O projeto “Tecnologia Aplicada aos Serviços de Saúde”, da Secretaria Municipal de Saúde, ganhou o Troféu Prêmio Gestor Público Especial 2018

A noite foi de Novo Hamburgo durante a entrega do Prêmio Gestor Público 2018. O projeto “Tecnologia Aplicada aos Serviços de Saúde”, da Secretaria Municipal de Saúde, ganhou o Troféu Prêmio Gestor Público Especial 2018, em cerimônia realizada no Teatro Dante Barone da Assembleia Legislativa do Estado, na última terça-feira, dia 6.

A iniciativa possibilitou interligar postos, hospitais, farmácias e laboratórios, alimentando prontuários eletrônicos dos pacientes com informações de exames laboratórios e de imagem compartilhados em tempo real, o que qualificou e agilizou o atendimento, além de otimizar o gerenciamento de insumos e reduzir custos.

“É muito emocionante para nós porque tem um gostinho muito especial. Um gosto de vitória, de uma luta grande, mas, principalmente, por ser um exemplo este trabalho da tecnologia da informação voltada à saúde. Ao chegar na Prefeitura de Novo Hamburgo, identificamos um grupo de servidores públicos desenvolvendo este projeto. Vimos que, ali havia um grande projeto, mas que estava lá escondido. Potencializamos e demos liberdade para que este grupo trabalhasse. Agora, acontece o reconhecimento!”, falou a prefeita Fátima Daudt, ao receber o prêmio.

Novo Hamburgo também foi premiado com o Troféu Prêmio Gestor Público com o projeto Escola Sustentável, da Secretaria Municipal de Educação, e Certificado de Reconhecimento com Escola Mais Segura, das secretarias de Segurança e de Educação

SAÚDE – Tecnologia da Informação na Saúde: o processo de informatização da Rede Pública de Saúde em Novo Hamburgo nasceu das dificuldades e limites que a Secretaria Municipal de Saúde vivenciava cotidianamente com a ausência de integração entre seus serviços de saúde espalhados geograficamente num território de aproximadamente 223 km² e 249.000 habitantes. Planejar, acompanhar, regular, identificar pontos de gargalos, identificar problemas, reduzir custos e tomar decisões eram tarefas executadas pelo gestor do SUS baseadas em experiências da equipe de profissionais ou em dados estatísticos equivocados que não correspondiam a realidade da totalidade dos serviços.

Novo Hamburgo decidiu que o uso da Ciência e Tecnologia aplicada aos serviços de saúde era o melhor caminho para administrar os recursos de saúde, trazer inovações tecnológicas e com isso entregar um serviço público de maior qualidade ao cidadão.

Assim, adotou-se uma solução tecnológica única que permitiu a integração de todos os serviços da rede pública de saúde: Rede de Atenção Básica, Especializada, Urgência/Emergência e Hospitalar, com suporte 24 horas por dia nos 7 dias da semana, permitindo ao gestor acompanhar através dos atendimentos de toda a rede o trabalho desenvolvido nas políticas públicas de saúde, gerenciar seus insumos, diminuir o desperdício e principalmente qualificar e agilizar o atendimento através do uso do “Prontuário eletrônico do paciente”, sonho antigo que através da implementação deste projeto tornou-se realidade em solo hamburguense.

EDUCAÇÃO – O Projeto Escola Sustentável surgiu nas discussões realizadas durante as formações do Grupo Coletivo Educador Ambiental. Reorganizando os Indicadores de Sustentabilidade em metas a serem medidas com instrumentos construídos coletivamente. No ano de 2017, surgiu o desejo de certificar e reconhecer aquelas escolas que desenvolvem boas práticas de sustentabilidade. Para que esta certificação ocorra faz-se necessário avaliar e orientar as escolas em relação a ações possíveis a serem construídas e colocadas em prática. Serão realizadas avaliações constantes e periódicas a fim de incluir as escolas da rede municipal de ensino de Novo Hamburgo, neste processo. As ações do Setor de Educação Ambiental da Secretaria Municipal de Educação serão organizadas para instrumentalizar as escolas para participarem do projeto e alcançarem as metas propostas. As metas serão organizadas até 2020, conforme cronograma, e cada meta envolve um conjunto de temáticas e proposições que fizeram parte da formação do Coletivo Educador Ambiental e que instrumentalizarão a escola para construírem suas estratégias.

SEGURANÇA E EDUCAÇÃO – O Escola Mais Segura é um programa que tem sido amplamente discutido na Câmara Técnica de Prevenção do GGI-M e coordenado de forma integrada entre as secretarias de educação e segurança. Desde 2016, com intervenção da Guarda Municipal, através de controle de trânsito no entorno escolar, da presença nas escolas na mediação de conflitos, policiamento comunitário escolar prevenindo e inibindo crimes e atos infracionais, com patrulhamento preventivo proporcionando sensação de segurança na comunidade escolar. A Secretaria de Educação através das equipes diretivas das EMEF é responsável pelo registro das violências nas escolas, oportunizando a capacitação para o uso do sistema(ROVE), além de disponibilizar equipes multiprofissionais para acompanhar a problemática apresentada através dos registros, desenvolvendo diversas ações entre elas: Palestras de prevenção ao uso de álcool e outras drogas, educação de trânsito, rondas, Guarda Mirim, Bullying e Legislação Estatuto da Criança e do Adolescente e Código Penal, atendimentos de ocorrências, alarmes, formação continuada para todas as equipes envolvidas. As secretarias vêm atuando no planejamento de forma articulada na dimensão de prevenção às violências nas escolas municipais ao longo dos últimos anos, com vistas a implementar a política municipal de prevenção às violências, proporcionando sensação de segurança a comunidade escolar.

Postar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

três × 3 =

%d blogueiros gostam disto: