Embaixador e cônsules do Japão visitaram Ivoti

Postado por Ari Schneider  /   agosto 26, 2018  /   Postado em Geral  /   Nenhum comentário

A visita fez parte das comemorações dos 110 anos da Imigração Japonesa no Brasil

Com 700 empresas do Japão instaladas e 2 milhões de descendentes contribuindo para o desenvolvimento do Brasil, o objetivo do governo japonês é fortalecer os laços, conforme falou o embaixador Akira Yamada, na visita feita no sábado, dia 18, à Colônia de Ivoti, alusiva às comemorações dos 110 anos da imigração japonesa no Brasil.

Durante encontro iniciado no Memorial e após junto à sede da Associação Cultural Nipo-Brasileira e às salas de aulas de japonês, a autoridade japonesa veio acompanhada pela esposa e do Cônsul-Geral do Japão em Curitiba, Hajime Kimura, e pelo Cônsul Takashi Kondo, do Escritório Consular do Japão em Porto Alegre, que já visitou o município durante a Feira das Flores, no ano passado.

O prefeito Martin Cesar Kalkmann, o vice-prefeito Roberto Schneider, os secretários Denise Rodrigues da Silva, Cristiane Spohr, e Renato Veiga Junior, além dos vereadores Satoshi Suzuki e Marli Heinle Gehm acompanharam a visita. A cerimônia foi conduzida pelo presidente da Associação da colônia, Hikaru Ban.

Martin ofereceu lembranças da comunidade com apoio da Proagrii, e entregou um ofício pedindo a parceria do governo japonês para a pavimentação do entorno do Memorial, totalizando R$ 1,5 milhão.

Também ressaltou a importância dada pela Administração Municipal à comunidade japonesa, lembrando do seu cartão de visitas, que faz referência ao vínculo com o Japão e a Alemanha.

Com boa fluência em português graças a seu elo com o Brasil desde 1976, quando visitou o país enquanto estudante e depois por várias oportunidades já no Ministério das Relações Internacionais, Yamada destacou que são 3 as metas propostas pelo governo junto às comunidades que descendem do Japão: progredir, liderar e inspirar “juntos”, enfatizou.

O embaixador falou aos moradores sobre o desejo de aproveitar os laços de ambos os países, inclusive para juntos trabalharem pela comunidade internacional.

Yamada também mencionou a crise econômica vivida no País, o que diminuiu o ritmo de investimentos. “Tendo mais vitalidade na economia, virão mais empresas para o Brasil”. A cooperação e o intercâmbio nas áreas cultural e esportiva também foram citados pela autoridade.

O governo japonês também prestou homenagem ao sr. Sadao Suzuki, pelo tempo que contribuiu para o fortalecimento das comunidades gaúchas por meio da Associação Nipo-Brasileira como presidente na Região Sul.

Após, as autoridades conheceram a propriedade da família Ban e à tarde, seguiram até o 7º Festival do Japão RS, no Cais do Porto, quando moradores da Colônia de Ivoti expõem produtos e objetos do acervo do Memorial.

 Na mesma manhã, estavam em visita à Colônia Japonesa o representante chefe da Agência de Cooperação Internacional do Japão (JICA), Akio Saito e a coordenadora Daniela Satie Maekawa. Eles estavam reunidos junto com a presidente do CPM da Escola de Língua Japonesa de Ivoti, Marina Satoe Fujisaki Grady, a vice-presidente da entidade, Kiyomi Miyabe, a professora de Língua Japonesa e colaboradora do CPM, Iaioi Tao e a professora voluntária Kaho Kuniyoshi (Carina).

Postar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

8 + sete =

%d blogueiros gostam disto: