Doces e refrigerantes agora são proibidos nas cantinas das escolas estancienses

Postado por Ari Schneider  /   agosto 18, 2018  /   Postado em Geral  /   Nenhum comentário

Lei visa a alimentação saudável dos estudantes

Nada de balas, pirulitos, gomas de mascar, bolachas recheadas, refrigerantes, salgadinhos industrializados, frituras, entre outros. O Diário Oficial do Estado publicou no dia 30/07, a sanção do governo Estadual a Lei 15.216, que visa a alimentação saudável dos estudantes e proíbe o comércio de produtos tidos como colaboradores para doenças como: obesidade, diabetes e hipertensão. Desta forma, cantinas e similares, instalados em escolas públicas ou privadas, precisaram se adequar. A lei já está em vigor, desde o dia 31/07.

As penalidades para os infratores incluem fechamento da empresa e multa. Os alimentos provenientes de gordura saturada acima de 10% das calorias totais, fabricados com gordura vegetal hidrogenada e industrializados com alto teor de sódio também estão proibidos. Qualquer alimento que tenha nutrientes comprovadamente prejudiciais à saúde, está com a venda vedada. As cantinas devem passar a oferecer pelo menos duas variedades de frutas, inteira ou pedaços, ou na forma de suco.

A fiscal sanitária do Departamento de Vigilância em Saúde, Camila Schneider, destacou que a orientação nas escolas serão feitas individualmente. “Nas particulares do Município, as cantinas serão orientadas individualmente em reuniões com os responsáveis pelas mesmas, com entrega da lei impressa. Já nas escolas municipais, a orientação será dada pelo setor de Nutrição da Secretaria Municipal de Educação e Cultura. As cantinas já instaladas terão até o dia 27/01/2019 para se adequarem a esta lei. Todas as cantinas que venham a se instalar depois da publicação da lei já devem estar adequadas a todas as exigências”, disse.

A fiscal ressaltou também que a fiscalização já ocorre nas cantinas. “Atualmente, as cantinas são fiscalizadas periodicamente e o mesmo irá ocorrer para a verificação do cumprimento desta lei. O cuidado na alimentação das crianças é importante na prevenção do sobrepeso, obesidade e doenças crônicas futuras, contribuindo para uma vida mais saudável”, falou.

Postar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

oito + 13 =

%d blogueiros gostam disto: