Estudo indica gasto médio por aluno e situação da infraestrutura das escolas no RS

Postado por Ari Schneider  /   agosto 03, 2018  /   Postado em Geral  /   Nenhum comentário

Educação infantil alcança R$ 6.903,73 e o ensino fundamental, R$ 9.728,47

O Perfil da Educação Pública no Rio Grande do Sul, lançado nesta quinta-feira 2, pelo Grupo de Trabalho da Associação dos Membros dos Tribunais de Contas do Brasil (Atricon) e do Instituto Rui Barbosa (IRB), identificou, entre outras informações, o gasto médio por Município na educação infantil e ensino fundamental, além da infraestrutura das escolas. De acordo com o levantamento, o investimento médio por aluno da educação infantil alcança R$ 6.903,73 e o ensino fundamental, R$ 9.728,47, enquanto o custo em países da Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico, é de US$ 8.900,00 e US$ 8,700, respectivamente. As informações em relação ao ensino médio não puderam ser coletas já que não constam no Sistema de Informações sobre Orçamentos Públicos em Educação (SIOPE), uma das bases de dados utilizadas pelo estudo.

Em relação à infraestrutura, o estudo aponta os percentuais de escolas que possuem, por exemplo, quadra esportiva, laboratório de informática, biblioteca, rede pública de abastecimento de água e sala de professor. A pesquisa apresenta também o atendimento às metas 1 e 3 do Plano Nacional de Educação. Os dados contemplados resultam do cruzamento de informações extraídas do software TC educa, do Censo Escolar e do SIOPE.

De acordo com o coordenador do Grupo, conselheiro do Tribunal de Contas do Estado, Cezar Miola, a atuação dos órgãos de controle é um fator de indução à melhoria dos resultados na área. “Por isso, o objetivo é compartilhar essas experiência com os demais Tribunais do País. Quando o TCE-RS passou a fiscalizar a oferta de vagas, em 2008, o Rio Grande do Sul ocupava a 19ª posição no ranking nacional da educação infantil, passando para a 4ª colocação em 2017”, disse.

O GT reúne integrantes das Cortes de Contas de 11 Estados, além do Tribunal de Contas da União e do Ministério Público de Contas de São Paulo. Entre as ações desenvolvidas pelo Grupo estão o desenvolvimento do software TC educa, que acompanha o cumprimento das metas do PNE e permite a emissão de alertas aos gestores públicos e a realização de diagnósticos em relação aos planos de educação.

Postar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

19 + 7 =

%d blogueiros gostam disto: