Agricultura Familiar em alta Estância Velha

Postado por Ari Schneider  /   junho 24, 2018  /   Postado em Geral  /   Nenhum comentário

Comitiva da prefeitura visitou propriedades rurais do município

Prefeita conhece propriedades rurais do municipio

Na manhã de terça-feira, 19 de junho, a prefeita Ivete Grade, o secretário do Meio Ambiente e Preservação Ecológica (Semape) Edenilson Klaus e chefe do Departamento de agricultura Adenir Basso, visitaram três propriedades rurais em Estância Velha. Os agricultores, visitados são fornecedores do Programa de Arrecadação de Alimentos (PAA), e também fornecem produtos para alimentação escolar.

A primeira propriedade visitada foi a dos Molter, localizada no Rincão da Saudade, na Rua 13 de Maio. No local, trabalham três membros da mesma família, Otto Guilherme Molter, 58, a esposa Nelci Molter, 58 e a filha, Fabiane Molter, 25. Fabiane destaca que o trabalho é feito pelos três. “Nós três fazemos tudo. Tem meu irmão, mas no momento, ele trabalha fora. Isso aqui representa a nossa vida”, disse.

A propriedade, é a primeira, movida a energia solar no Município. “Já queríamos há muito tempo, mas era caro, logo foi montado um projeto e conseguimos instalar a tecnologia. Então, desde agosto do ano passado já trabalhamos com essa energia sustentável”, apontou Fabiane.

Os Moelter cultivam hortaliças, como: alface, tempero, rúcula, repolho, brócolis, entre outros. Também há espaço para o cultivo de moranguinhos.

A segunda localidade visitada foi o Campo Grande, a propriedade do casal de agricultores Egon Alan da Silva, 31, e Gabriela Oliveira de Lima, 24. Os jovens, produzem hortaliças, com ênfase na plantação de alfaces, em um hectare de terra.

Egon conta que está na agricultura há três anos e que o pai da esposa foi o incentivador. “Me criei no interior, eu era mecânico, o pai dela é agricultor há 30 anos então acabamos pegando gosto e estamos aqui”, explicou.

No último sábado, 16, o casal passou a madrugada na propriedade fazendo fogueiras para amenizar os possíveis prejuízos trazidos pela geada, contou Gabriela. “Passamos a madrugada aqui, estava marcando -3,5 graus e isso faz parte, a gente aprende a lidar com isso”, comentou.

A última propriedade a ser visitada foi dos produtores Ricardo Kori, 40, e Luciana Tsuneta, 33, da localidade Morro Agudo. A família tem o cultivo de hortaliças e iniciaram o plantio de bananeiras para diversificar os produtos oferecidos para a comunidade.

São cerca de cinco tipos de alfaces cultivados. Cenoura, beterraba e batata-doce também são produzidos. Luciana ressaltou, que eles não têm descanso, que conciliam a rotina da produção com a da família. “Nós trabalhamos de domingo a domingo. Isso é tudo que temos. Nós dedicamos para isso e somos felizes aqui”, salientou.

A prefeita Ivete enfatizou a felicidade em ver que a agricultura familiar passando geração em geração em Estância Velha. “É muito bonito ver a dedicação dessas pessoas para fazer com que os alimentos cheguem até a nossa mesa. Além disso, é ter a certeza de estar consumindo um produto de qualidade”, ressaltou.

A prefeita também salientou a importância da parceria do poder público e agricultores. “A vontade política é fundamental para que o desenvolvimento agrícola aconteça. Fazia 16 anos que não existia um projeto para agricultura no Município”, informou.

O secretário da Semape, Edenilson Klaus destacou que estes resultados são reflexo de conversas de um ano e meio. “Recentemente conseguimos um trator e agora temos uma retroescavadeira em processo de licitação, tudo isso são buscas junto ao governo federal. O Município é único a ter o PAA na região. Isso é reflexo da parceria firmada entre os agricultores e a Administração, que tem trazido resultados para Estância Velha”, realçou.

Postar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

dois × 2 =

%d blogueiros gostam disto: