Ibrahim Saleh agora é, oficialmente, Cidadão Campo-Bonense

Postado por Ari Schneider  /   junho 11, 2018  /   Postado em Geral  /   Nenhum comentário

Morador de Campo Bom desde 1976, Ibrahim recebeu o título em sessão solene realizada no dia 06/06

Ibrahim tornou-se cidadão Campo-Bonense em título concedido pelos parlamentares na noite de ontem
Crédito: Cássios Schaab/Assessoria de Imprensa

Em sessão solene realizada na noite de quarta-feira (06), a Câmara de Vereadores de Campo Bom condecorou o empresário Ibrahim Saleh com o título de Cidadão Campo-Bonense. Natural da Palestina, no Oriente Médio e atualmente com 72 anos, Ibrahim chegou no Brasil aos 19 anos e, desde 1976, vive com a família em Campo Bom onde é proprietário de uma loja de roupas.

Um dos proponentes da homenagem, o vereador Jair Wingert (PP) destacou a trajetória do homenageado. “Este momento é ímpar. Aprendi a admirar o Ibrahim e falar dele é falar da história do município”, enfatizou. Alexandre Hoffmeister (PP), vereador coautor da homenagem também deixou sua mensagem em exaltação ao homenageado. “Sempre tive um bom relacionamento com o Ibrahim, de muita amizade. Desde o tempo em que trabalhava na prefeitura e no meu caminho o encontrava e conversávamos sobre a cidade”, exaltou.

Em seu recado, Ibrahim valorizou a cidade que o recebeu. “Aqui fui acolhido, construí minha história e criei meus filhos. Adotei Campo Bom como minha cidade e sou muito grato a todos”, enfatizou destacando também sua contribuição ao longo dos anos para o município. “Campo Bom também me deu a oportunidade de realizar meus negócios e ajudei, como lojista, a contribuir para o desenvolvimento da cidade”, finalizou.

A sessão de homenagem foi prestigiada por amigos e familiares de Ibrahim.

Sessão extraordinária
Antes de realizarem a sessão em homenagem à Ibrahim, os vereadores atenderam convocação do Poder Executivo e realizaram sessão extraordinária onde aprovaram, por unanimidade, projeto de lei que autoriza o município a auxiliar a Fundação Cultural, entidade promotora da Festa do Sapato, na organização de campanha promocional. As duas sessões realizadas ontem não foram remuneradas aos parlamentares.

Postar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

três + 8 =

%d blogueiros gostam disto: