Fimec encerra com visitação qualificada e bons negócios

Postado por Ari Schneider  /   março 19, 2018  /   Postado em Geral  /   Nenhum comentário

42ª edição chegou ao fim e é vista como a melhor feira dos últimos anos

Em três dias, a Fimec renuiu expositores e visitantes em seus corredores e teve esta edição como um marco da recuperação do setor no país. No último dia de evento, quinta-feira, 8, as entidades do setor coureiro-calçadista receberam a imprensa para uma coletiva que apresentou o balanço final da 42ª Fimec. Segundo o diretor-presidente da Fenac, Marcio Jung, essa foi uma feira marcada pela união da Fenac com as demais entidades do setor calçadistas. “Todas entidades estão unidas para fazer essa feira acontecer de uma forma impecável e conseguimos” afirmou o diretor-presidente que ainda comentou sobre a qualidade da visitação nessa edição. “Figuras importantes do calçado brasileiro estiveram percorrendo os corredores da Fimec”, ressaltou.

A coletiva ainda contou com a presença de prefeita de Novo Hamburgo, Fátima Daudt, presidente-executivo da Abicalçados, Heitor Klein, presidente da Assintecal, Milton Killing, presidente-executivo do CICB, José Fernando Bello, presidente da ABQTIC, Alexandre Finkler, Presidente da ACI-NH/CB/EV, Marcelo Lauxen Kehl, presidente da AICSul, Moacir Berger, responsável pela pesquisa e desenvolvimento de produto do Studio10, Christian Tomas, Paulo Coelho, da Coelho Assessoria Empresarial.

Segundo a Assintecal, as rodadas de negócios promovidas pela entidade trouxeram 11 compradores internacionais, vindos não apenas da América Latina, mas também de outros países como Estados Unidos e Rússia. Os negócios fechados nessas rodadas internacionais devem beirar os R$15 milhões.

Fimec contou com visitação qualificada

Um dos pontos ressaltados pelas entidades apoiadoras do evento foi a visitação qualificada. Os três dias de evento reuniram visitantes de todos os setores ligados ao couro e ao calçado. Dentre os visitantes que passaram pelos pavilhões da Fenac, o comprador da Grendene Victor Liv, que já acompanha a feira há várias edições. “Eu visito a Fimec todo ano para estreitar relações com os fornecedores e também ver novidades. É muito importante ver o que o mercado está apresentando de novo”.

A designer de calçados femininos da Riachuelo, Amanda Oliveira, participou da Fimec para conhecer as novidades dos expositores quanto aos materiais e processos de fabricação do calçado. “Essa é a primeira vez que vim para a feira, e estou em busca de matéria-prima para o verão. Tenho encontrado bastante coisa, muitos itens legais e também mantendo contato com vários fornecedores”, comenta a designer.

Setor otimista confirma Fimec como impulsionadora de negócios

Com um olhar mais otimista para o setor calçadista, a Fimec viu seus expositores apostarem no evento como um espaço fundamental para seus negócios. Segundo Thiago Staub, gerente comercial das Máquinas Klein, o evento é fundamental para os negócios da empresa a longo prazo. “Fazer negócios é sim um dos nossos focos, mas queremos principalmente fazer contatos que vamos desenvolver daqui a 60, 90 dias. É de grande relevância fazer esses contatos que vão nos gerar bons negócios no futuro”, afirma o gerente comercial.

Ações paralelas trouxeram conhecimento e informação para os visitantes

Em um novo espaço, Fábrica Conceito e Estúdio Fimec ganharam destaque logo na entrada do evento. No Estúdio Fimec o foco é na informação de moda, inspiração e direcionamento para os visitantes quanto às novidades para as próximas estações. O tema Reconectar foi apresentado através de materiais e um ambiente lúdico e inspirador.

Na Fábrica Conceito, o funcionamento do maquinário exposto no evento atrai visitantes. Com a fabricação de calçados em tempo real, foco na tecnologia e aumento da produtividade, o espaço funciona como uma indústria. Na fábrica, os visitantes podem se atualizar quanto as novidades em maquinário de produção e processos que otimizam custos e tempo. O projeto Sola (Sistema de Operações Logísticas Automatizadas), da Abicalçados (Associação Brasileira das Indústrias de Calçados) é um dos destaques da Fábrica. O sistema permite reduzir custos de produção, rastreabilidade, possibilidade de crossdocking e reposição automática, controles e organização para gestão dos negócios e inventário em tempo real.

Sucesso na primeira edição do Fórum Fimec

Um dos destaques desta edição da feira foi o Fórum Fimec: Moda & Negócios. Em dois dias, o evento recebeu cerca de 600 pessoas em busca de conhecimento.

No primeiro dia, um bate-papo cheio de informação com Luana Lanzini, Fashion Designer & Trendforcaster e Luana Savadintzky, Fashion Directions que trouxeram informação de moda e apresentaram um pouco do que as marcas internacionais estão fazendo pelo mundo. Já a curadora Fashion, Claudia Bartelle comentou sobre estilo e ressaltou a forma como a moda está dinâmica e cheia de possibilidades. Por fim, o estilista Alexandre Herchcovitch falou de sua experiência e atuação dentro da marca de luxo A La Garçone.

Já o segundo dia trouxe palestras sobre negócios. Larissa Dalto, supervisora comercial marketplace do Mercado Livre, ministrou a sobre Marketplace explorando todo esse universo e trazendo dados e estudos que apontam essa inovação no comércio online. Julio Martini, Chief Operating Officer da Camuto Group, provocou os visitantes a pensarem na produção de maneira diferente, e ainda expôs a forma como sua empresa trabalha com produção e importação de produtos. Por fim, o vice-presidente executivo de manufatura da New Balance Estados Unidos John Wilson apresentou métodos de trabalho da marca e trouxe indicadores do futuro dos processos produtivos.

Foto: Feira marcou a recuperação do ramo no mercado nacional

Livre de vírus. www.avast.com.

Postar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

um + 20 =

%d blogueiros gostam disto: