Fórum Fimec: “Moda e Negócios” trará conhecimento para os visitantes da feira

Postado por Ari Schneider  /   janeiro 22, 2018  /   Postado em Geral  /   Nenhum comentário

Entre os dias 6 e 8 de março, das 13 às 20 horas, a cidade de Novo Hamburgo/RS recebe a 42ª edição da Fimec (Feira Internacional de Couros, Produtos Químicos, Componentes, Máquinas e Equipamentos para Calçados e Curtumes). A grande novidade para esta edição do evento é o Fórum Fimec: Moda e Negócios, pensado especialmente para fornecer informação e capacitação de qualidade ao setor coureiro-calçadista. O evento acontece em paralelo à Fimec, no contraturno, e contará com palestras ministradas por profissionais nacionais e internacionais do setor calçadista. 

Em dois dias, os profissionais ligados à moda e a área de negócios, contarão suas experiências profissionais e darão conta de temas relevantes para os profissionais desse segmento. “Idealizamos esse projeto para trazer conteúdo qualificado para os visitantes da Fimec, através de profissionais com cases e histórias muito importantes tanto na área de moda quanto negócios. Nossa ideia é fazer com que esse conhecimento transmitido inspire e motive, mas principalmente, provoque os empresários do setor na busca de um espaço maior no mercado nacional e internacional”, afirma o diretor-presidente da Fenac, Márcio Jung. 

Moda e Negócios para inspirar e informar 

No primeiro dia do Fórum, 6 de março, a moda é a temática abordada. Em um bate-papo, a fashion designer e trendforcaster, Luana Lanzini, junto com a fashion directions, Luana Savadintzky abordam o tema Herança & Consistência Criativa – A moda não é mais efêmera?. As profissionais questionam a efemeridade da moda no cenário atual, abordando o boom da consistência como base criativa e o desejo por heritage brands e o retorno do clássico como tendência de moda. Com amplo conhecimento no mercado de moda nacional e internacional, as brasileiras devem compartilhar suas experiências adquiridas na Europa a fim de inspirar e instigar uma maneira diferente de produzir moda no Brasil. 

No segundo dia de evento, 7 de março, o tema negócios chega para trazer informações sobre mercados referência no setor calçadista, apresentar estratégias, conceitos dos processos com a ideia de inspirar e motivar a aplicação dos mesmos no cenário brasileiro, tornando-o mais competitivo no cenário mundial. 

Chief Operating Officer da Camuto GroupJulio Martini, ministrará a palestra “Brasil X Mundo, onde estamos em termos produtivos no cenário global?. O empresário deve expor, através de sua experiência no mercado, a situação do Brasil como exportador em relação aos demais países do mundo. Julio trará a visão de uma grande empresa, que compra no mundo em torno de 30 milhões de pares de calçados (o Brasil inteiro exportou 127 milhões no ano passado). 

O vice-presidente executivo de manufatura da New Balance Estados Unidos, John Wilson ministrará a palestra Case Industrial New Balance, que abordará as estratégias usadas pela New Balance para produção de calçados nos Estados Unidos mantendo sua competitividade no mercado através de recursos como robotização e a prática da indústria 4.0. O investimento em tecnologia e maquinário é outro ponto a ser abordado, uma vez que contribui diretamente para o aumento da produtividade e qualidade, diminuindo os custos de produção e tornando os produtos mais competitivos. 

Palestras confirmadas: 

06/03 – 9h às 12h 

Herança & Consistência Criativa – A moda não é mais efêmera? 

Luana Lanzini – Fashion Designer & Trendforcaster  (Itália) – Formada em Design de Moda, especializada em Fashion Trend Forecasting pela Polimoda de Firenze e Shoes Design pela Central Saint Martins de Londres. Atuou no criativo de calçados e acessórios da Schutz, Alexandre Birman e Guess Europe. Atualmente mora da Itália onde segue atuando no setor. 

Luana Savadintzky – Fashion Directions  (Itália) – Trendforecaster e Diretora de contéudo do portal de tendências Fashion Directions, é formada em Negócios de Moda pelo Instituto Marangoni de Londres e Coolhunter pelo IED de Milão. Atuou no departamento de estilo da Schutz, e no setor de pesquisa, treinamento e conteúdo de moda em cidades como Nova Iorque, Londres e Itália, onde reside atualmente. 

07/03 – 9h às 12h   

Brasil X Mundo, onde estamos em termos produtivos no cenário global? 

Julio Martini  – Camuto Group (Estados Unidos) – Formado em Comércio Exterior, Julio atualmente é Chief Operating Officer da Camuto Group. Responsável por movimentar no mercado global mais de 30 milhões de pares de calçados ano e um dos maiores compradores de calçados do Brasil nos últimos 20 anos. Com anos de experiência internacional, estabeleceu na China em 2006 umas das maiores e mais conceituadas operações de calçados do mundo, como também a partir dos Estados Unidos, expandiu as operações da empesa para outros países em diferentes continentes como Vietnã, Etiópia, República Dominicana e Portugal, sempre estabelecendo conceitos inovadores de qualidade, focando no produto e no valor que cada cluster produtivo pode agregar ao mercado global de calçados.  

Case Industrial New Balance 

John Wilson –Vice President Manufacturing –  New Balance (Estados Unidos) – Desde 1971 na New Balance, o vice-presidente executivo de manufatura já implementou novas fábricas, nacionais e internacionais, trabalhou no aprimoramento dos processos de produtos, adaptando para o modelo de fabricação modular, e em seguida para células. Atualmente lidera a iniciativa de incorporar métodos de Excelência Executiva nas instalações.  Também é responsável por diversas fábricas e pela produção anual de 8 milhões de pares de tênis. 

Postar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

três × um =

%d blogueiros gostam disto: