LDO deve ser votada na próxima semana

Postado por Ari Schneider  /   setembro 08, 2017  /   Postado em Geral  /   Nenhum comentário

Prazo para acréscimo de emendas se encerrou na última sessão ordinária

Na terça-feira, 5, a Câmara de Vereadores de Capela de Santana encerrou o prazo para apresentação de emendas à Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) do Município. A matéria deve ser votada na próxima semana. Além disso, reunião contou com indicações e discursos dos vereadores.

Tribuna Livre

A primeira vereadora a usar a tribuna foi Lori Pariz (DEM), que parabenizou a equipe da Secretaria de Educação e Cultura pelo desfile cívico da Semana da Pátria, realizado durante a semana. A parlamentar também elogiou a participação das escolas e entidades. “Toda comunidade pode participar e prestigiar. Quero parabenizar também as apresentações realizadas pelas escolas municipais e estaduais, que tornaram a avenida um evento artístico e cultural com muita criatividade e beleza”, ressaltou.

Volmir Nickhorn (PMDB) discursou posteriormente, salientando as indicações relativas a algumas localidades do município. “Irei conversar com o prefeito e a gente espera que seja atendido”, afirmou. O vereador diz que tem escutado às sugestões da comunidade, que o procura para cobrar melhorias. “A gente quer ajudar, mas às vezes a notícia sai distorcida. Eu procuro escutar e procuro ver o que posso fazer”, concluiu.

O vereador Dilceu Bicudo (PP) utilizou a tribuna para falar sobre sua participação em mais uma reunião de bairro, onde foram discutidas questões relativas à saúde e obras e contou com a presença de ex-vereadores. “Não sou melhor do que ninguém. Sempre que tem um ex-vereador, eu vou lá e converso com eles”, pontuou. O parlamentar também aproveitou o momento para lembrar as reformas e problemas do Bairro Bosque.

Gilberto Machado, o Tio Déio (PP), foi o quarto legislador municipal a utilizar a tribuna. O progressista comentou suas indicações, referente às melhorias em ruas do Município. O vereador também agradeceu à administração municipal e aos diretores, pais, alunos e entidades pelo desfile cívico. Para finalizar, Tio Déio falou sobre os projetos de limpeza urbana. “Em nome do nosso povo capelense, muito prestativo, alguns já estão colocando cestos de lixo na frente das casas”, frisou.

O quinto vereador a usar a tribuna foi Tenente Leomar (DEM) que citou a participação dos parlamentares capelenses na Conferência Municipal de Vigilância em Saúde, realizada quarta-feira do dia 30 de agosto. “Queremos parabenizar a condução que foi dada aos trabalhos e destacar a importância dos temas abordados. Não precisa usar muitas palavras para convencer qualquer um de nós de que saúde é um tema de extrema importância”, enfatizou. O evento teve como foco principal as ações de prevenção. “Investir em saúde é diminuir os gastos com doenças. Se nós estamos preocupados em tratar as doenças, é porque não estamos investindo em prevenção”, refletiu.

Jorge Follmer (SD) usou seu espaço na tribuna para abordar obras e reformas em ruas no município, onde o poder executivo iniciou as melhorias durante a semana. “A gente tem que valorizar quando o trabalho é feito”, aponta. Outro tema mencionado foi sua indicação referente à colocação de novas telhas no ginásio do Centro de Eventos da cidade. “A gente está sempre atento aos acontecimentos, sempre trabalhando, sempre em busca do melhor para o município”, declarou.

O presidente da Casa, vereador Leonel da Rosa (PP), terminou os pronunciamentos da noite. Inicialmente, o parlamentar também elogiou o desfile cívico da Semana da Pátria e a participação dos vereadores na Conferência Municipal de Vigilância em Saúde. Logo após, Leonel comentou a situação das ruas e demais demandas das localidades de Capela de Santana. “As coisas não acontecem do dia para a noite, é preciso tempo, é preciso um cronograma, é preciso dinheiro, é preciso máquinas, é preciso pessoas. E tudo isso a gente tem colocado no papel, a gente tem entendido”, explicou. “Eu estou pelejando. A comunidade vem em cima, e é justo. Tem que cobrar! E a gente tá aqui para cobrar do prefeito”, concluiu o presidente do legislativo, destacando que o diálogo com a prefeitura é contínuo.

Postar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

dezessete + 17 =