UPA Canudos passa a ter painel informativo

Postado por Ari Schneider  /   julho 14, 2017  /   Postado em Geral  /   Nenhum comentário

Objetivo é apresentar sistema de classificação de riscos e número de pacientes atendidos

A população usuária da Unidade de Pronto Atendimento (UPA) conta agora com um painel informativo. Uma televisão tela plana foi instalada na recepção da unidade de saúde para o acompanhamento dos pacientes do tempo médio de atendimento, que segue as classificações de risco que são denominadas por cores. Durante a triagem, cada paciente recebe no prontuário uma classificação pela equipe de enfermagem.

A Diretora de Governo Eletrônico da Prefeitura de Novo Hamburgo, Tatiana Soares de Souza, explica detalhes das funcionalidades disponibilizadas à população. “O painel traz dados do próprio atendimento da UPA, fornecendo um atendimento de espera por classificação de risco, do número de pacientes atendidos, e outros números do atendimento do sistema que são atualizados em tempo real”, esclarece.

O painel, que foi elaborado pelos servidor

 

es da Diretoria, Dorelino Alves Pereira e Andrius Gabriel da Luz, também auxilia na organização e no chamamento dos pacientes para o atendimento na unidade de saúde. Ainda serão exibidos vídeos produzidos pela equipe de comunicação da prefeitura de Novo Hamburgo e de campanhas do Ministério da Saúde.

A tecnologia aliada à prestação de serviços para população é destacada pelo secretário de Saúde e vice-prefeito, Dr. Antônio Fagan. “Mais uma vez a informática presta um serviço à organização e ao funcionamento de uma unidade tão importante quanto a UPA Canudos”, completa.

Sistema de classificação de risco

Ao chegar à unidade de saúde, o acolhimento e a triagem são feitas por um profissional de enfermagem, que verifica o grau de risco e indica no prontuário a classificação, mencionando uma cor.

Confira quais são as quatro classificações por risco e suas cores:

Emergência (atendimento imediato) — Vermelha: risco iminente de perder a vida. As situações para o atendimento imediato são paradas cardiorrespiratórias, coma, trauma de crânio, falta de ar intensa, crise convulsiva, intoxicação, choque elétrico, angina, derrame, hemorragias e fraturas. Atendimento na UPA ou no PA.

Urgência (até 30 minutos) – Amarela: O paciente precisa ser avaliado. Tem condições clínicas para aguardar por meia hora. São quadros de dor intensa de início imediato, alterações súbitas de comportamento, agitação, confu

 

são mental e desmaios, dor torácica intensa, crise asmática, diabético com alterações, dor forte, sangramento, febre (acima de 40 graus), luxação, entorse e acidentes por animais peçonhentos. Atendimento na UPA ou no PA.

Pouco urgente (até 240 minutos) – Verde: O usuário pode esperar atendimento ambulatorial e apresenta quadro febril menor que 40 graus, tendo prioridade sobre o não urgente. A classificação verde se refere a pessoas com idade acima dos 60 anos, pacientes escoltados e deficientes físicos.

Não Urgente (até 360 minutos, se aguardar na UPA ou Pronto Atendimento no centro) – Azul: Caso de menor complexidade, sem problemas recentes. A recomendação é procurar atendimento em Unidade Básica de Saúde (UBS) e Unidade de Saúde da Família (USF). Nessa lista, estão sintomas crônicos por mais de 24 horas, troca de receita, atestado, encaminhamento para especialistas, revisão com pediatra, acompanhamento de doenças crônicas, check-up e exames de rotina, enxaqueca, dor moderada, abscessos, vômito e diarreia. Atendimento na UPA ou no PA.

Postar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

dezenove + nove =

%d blogueiros gostam disto: