São Sebastião do Caí recebe Programa Concertos de Integração

Postado por Ari Schneider  /   maio 19, 2017  /   Postado em Geral  /   Nenhum comentário

O segundo Concerto de Integração da temporada 2017 da Orquestra Sinfônica da Universidade de Caxias do Sul foi realizado em São Sebastião do Caí, onde a UCS mantém o Campus Universitário Vale do Caí. A apresentação aconteceu nesta quinta-feira, dia 18 de maio, às 20 horas, no Centro de Cultura, e integrou os festejos dos 50 anos da Universidade.
A Universidade de Caxias do Sul, criada em 10 de fevereiro de 1967, iniciou os festejos dos seus 50 anos com a terceira edição do Natal em Família na UCS, ocorrido em dezembro do ano passado. O concerto em São Sebastião do Caí é o segundo de uma série comemorativa que acontece em todos os Campus da UCS, ao longo deste ano – o primeiro foi realizado em Nova Prata, no mês passado.
Sob a regência do Maestro Manfredo Schmiedt, a Orquestra apresentou as obras: Abertura Festiva, de Christoph Küstner (essa obra foi escrita especialmente para celebrar os 50 anos da UCS); Bachianas Brasileiras Nº 9, A449, de H. Villa-Lobos; Dueto-Concertino para clarinete e fagote, TrV 293, de Richard Strauss, com a participação dos solistas convidados Ramon Stein (clarinete) e Adilson Vieira (fagote); e Suíte Nº 2 para orquestra de câmara, de H. Villa-Lobos.
Manfredo Schmiedt
Com Mestrado em Regência pela Universidade da Geórgia (EUA) e graduação em Regência pela UFRGS, Manfredo Schmiedt participou de cursos na Alemanha, na Holanda, na Argentina, nos Estados Unidos e no Brasil. Estudou com renomados maestros, como Eleazar de Carvalho, Roberto Duarte, Lutero Rodrigues, Ernani Aguiar, Carlos Alberto Pinto da Fonseca, Emilio de César, Arlindo Teixeira, Hans van Homberg, Helmut Rilling, Jean Fournet, Eric Ericson, Mark Cedel, Melinda O’Neal e Yoel Levi.
Em virtude de seu destacado desempenho acadêmico, recebeu duas importantes condecorações nos Estados Unidos: “Pi Kappa Lambda Music Honor Society” e “Director’s Excellence Award”. Foi regente convidado no High School Workshop, promovido pela Universidade da Geórgia. Obteve, em duas oportunidades, o primeiro lugar no “Concurso Jovens Regentes”, promovido pela Orquestra Sinfônica de Porto Alegre (OSPA). Recebeu o “Prêmio Açorianos de Música” por sua participação como maestro na peça “A História do Soldado”, de Stravinsky.
Adilson Souza Vieira
Iniciou seus estudos no Conservatório Pablo Konlós, em 2006, onde começou a estudar fagote com o professor Adolfo Almeida Junior. Participou de festivais como: Festival SESC (Pelotas – RS), Festival de Jaraguá do Sul (FEMUSC) e Festival Verão Musical em Gramado (RS). Teve aulas com professores como Fábio Cury (BRA), Steban Falconi (URU), Stefano Canutti (ITA) e Martin Kuuskmann. Em 2009 foi ganhador do prêmio Jovens Solistas da Orquestra do SESI Fundarte, executando um dos concertos em dó maior de Antonio Vivaldi.
Atualmente estuda com o professor Adolfo Almeida na UFRGS. Vem atuando em orquestras do Estado como músico convidado, entre elas: OSPA, Unisinos Anchieta, Orquestra do Teatro São Pedro, OSNH, Orquestra de Sopros Eintracht. Atualmente é primeiro fagote efetivo da OSUCS e da OFPUCRS. Também é participante do grupo de fagotes Núcleo Bassonico e do Quinteto de Sopros Austro, como música de câmara. Em 2014 foi um dos finalistas do concurso da OSPA.
Ramon Stein
Natural de Horizontina (RS), é o primeiro Clarinete e coordenador das Madeiras da Orquestra Sinfônica da UCS. Atuou como diretor-artístico da Orquestra de Sopros de Novo Hamburgo e Regente da Orquestra Jovem de Novo Hamburgo. Stein também integrou a equipe de planejamento e produção do curso de Licenciatura em Música EAD da UFRGS. Estudou música no Conservatório Pablo Konlós da OSPA, na FUNDARTE de Montenegro e cursou Bacharelado em Música pela UFRGS. Foi um dos vencedores do Concurso JovensSolistas da OSPA na XIV e XVI edições.
Em 2010 foi semifinalista do Concurso Nelson Freire Jovens Solistas, promovidopromovido pela OrquestraSinfônica Brasileira. Já atuou como solista com a OSPA, a Orquestra de Câmara da ULBRA, a Orquestra de Sopros de Novo Hamburgo, a Orquestra Municipal de Sopros de Caxias do Sul e a Orquestra de Sopro Eintracht. Outros trabalhos realizados por Ramon Stein incluem participações na Orquestra Filarmônica da PUCRS, Orquestra SESI/FUNDARTE, Orquestra Cantares, Orquestra Municipal de CarlosBarbosa e Musical Curupira.

Postar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

cinco × cinco =

%d blogueiros gostam disto: