Câmara de Portão aumenta em 36% repasse à CDL

Postado por Ari Schneider  /   outubro 09, 2015  /   Postado em @destaque-foto, @destaque-texto, Geral  /   Nenhum comentário

O Poder Legislativo de Portão aprovou na noite de segunda-feira (5), projeto de lei em benefício da Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) para realização da campanha de vendas de Natal. Todos os vereadores votaram a favor de o governo municipal repassar R$ 15 mil à entidade porque entendem que comerciantes, consumidores e o poder público se beneficiam da medida.
Em plenário, o presidente Diego Martins (PMDB) destacou o papel do Legislativo na construção de uma proposta que atendesse os anseios dos lojistas. Porque ao dar entrada na Câmara no fim de julho, o prjeto previa repasse de R$ 11 mil. “Ainda em maio procuramos a CDL, lembrando que nós, vereadores, deveríamos debater a questão desde o início das tratativas, e não só depois que o Executivo nos mandasse o projeto pronto. Não adianta nos chamar depois que a criança nasceu”, comparou. O ideal, disse Martins, é que essa parceria entre todas as partes permaneça para que nos próximos anos os incentivos sejam melhorados.
Jussara Lemmertz (PMDB) foi favorável por entender que a clientela valoriza as promoções e se sente incentivada a comprar no município. “A campanha já está na mente das pessoas. Quando chega o final do ano, por exemplo, sempre que faço compras pergunto se o estabelecimento tem os cupons”, disse.
Para Silvio Eurico (PMDB), é imprescindível o comércio local oferecer atrativos maiores este ano em função da crise. O consumo está retraído, mas iniciativas assim são capazes de mudar o comportamento do cliente, disse o peemedebista, que acumula décadas de experiência no varejo. “E fica a sugestão para que a CDL faça uma festa bem bonita e animada para a entrega da premiação.”
Segundo João Pedro (PT), o Município não perde ao doar o valor, porque a campanha alavanca as vendas e, consequentemente, aumenta a arrecadação tributária, que depois se reverte em serviços à população mediante investimentos da prefeitura. “Esse projeto é fruto de um esforço coletivo. Se o Executivo não tivesse se sensibilizado, nós da Comissão já pensávamos em fazer uma emenda [ao texto original], porque recursos existem. Muitos ainda saem de Portão para comprar, mas queremos que as pessoas fiquem aqui, valorizando nosso comércio.”
Conforme José Volmar Wogt (PDT), a elevação de R$ 11 mil para R$ 15 mil foi construída no âmbito da Comissão de Constituição, Justiça e Redação (CCJR) e vai plenamente ao encontro do que a CDL reivindicou. “Entendemos que precisaríamos pleitear ao Executivo o mínimo requisitado pelos lojistas. A prefeitura tem se sensibilizado com as causas apresentadas por nós, vereadores.”
Ao defender o PL, Silvio Soares (PTB) relatou que conversou com a prefeita Maria Odete Rigon com o intuito de aumentar em R$ 4 mil o repasse para a entidade dos lojistas. “Argumentei que, segundo a presidente da CDL, Betyna Junges, municípios da região dão incentivos maiores, portanto conseguem bons prêmios e atraem gente de outras cidades para suas lojas. Sei que isso sempre depende da arrecadação da prefeitura, então pedi que ela olhasse com carinho e deu certo”, salientou. (Fonte: Imprensa CM Portão)

Postar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

2 × 5 =

%d blogueiros gostam disto: