Câmara quer explicação sobre fim da isenção no pedágio da RS 239

Postado por Ari Schneider  /   fevereiro 26, 2015  /   Postado em @destaque-foto, Geral  /   Nenhum comentário

camara
Na noite de segunda-feira (23), a Câmara de Vereadores de Campo Bom aprovou requerimentos e pedidos de informações que solicitam explicações e providências da Empresa Gaúcha de Rodovias (EGR) e AES Sul, concessionária de energia.
O Pedido de Informação endereçado à EGR foi apresentado pelo presidente da Casa, Alexandre Hoffmeister (PP) e por Victor Fernando de Souza (PC do B). No documento, os vereadores cobram explicações da empresa sobre o fim da isenção no pedágio da RS 239 para veículos com placas de Campo Bom. Ao usar a tribuna, o vereador Victor destacou o problema enfrentado pelos campo-bonenses. “É inexplicável o que a EGR está fazendo. Primeiro falaram que não havia isenção, comprovamos que tinha e agora cortam. Queremos saber qual a nossa diferença de Portão, onde tem a isenção”, disse.
Na mesma sessão ordinária, foram aprovados ainda, dois requerimentos endereçados à AES Sul, de autoria dos vereadores Marinho de Moura e Arcelino Rodrigues, ambos do PPS. Os documentos solicitam instalação de rede baixa na Rua Leão XIII e também substituição de postes e revisão da rede elétrica.
De autoria do vereador Maximiliano Souza (PMDB) foi aprovado Pedido de Informação endereçado ao Executivo solicitando o número de agricultores que possuem a Declaração de Aptidão do Pronaf (DAP).
O vereador Valter Lemos (PC do B) recebeu aprovação de seu requerimento endereçado ao Executivo sugerindo que seja ampliado o horário de atendimento da educação infantil no município até às 23 horas.

Sessão no Parque do Trabalhador
Em sessão extraordinária, realizada logo após o encerramento da ordinária e sem custos aos cofres públicos, os vereadores aprovaram o Decreto Legislativo de autoria da Mesa Diretora que transfere a sessão do dia 9 de março para o Parque Municipal do Trabalhador, onde estarão ocorrendo vários eventos tradicionalistas. “Nossa intenção em realizar a sessão no Parque é integrar ainda mais a Casa Legislativa com a cultura gaúcha”, disse o presidente Alexandre Hoffmeister.

Postar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

três × 5 =

%d blogueiros gostam disto: