AES Sul tem 30 dias para melhorar fornecimento de energia em Portão

Postado por Ari Schneider  /   janeiro 28, 2015  /   Postado em @destaque-texto, Geral  /   Nenhum comentário

Se a AES Sul não resolver todos os problemas ligados ao fornecimento de energia elétrica em Portão, a Câmara de Vereadores e o Ministério Público Estadual poderão recorrer ao Judiciário para garantir um serviço adequado aos clientes locais. Foi o que acordaram o presidente do Legislativo, Diego Martins, seu assessor jurídico, Velfares Gil, e o promotor de Justiça local, Pietro Chidichimo Júnior, em audiência nesta segunda-feira, dia 26.

Segundo Martins, em reunião na última sexta-feira com o Executivo e o Legislativo, a AES Sul pediu um mês de prazo para implementar as mudanças necessárias. “Se após este período não houver alterações e melhorias será confeccionado pela Promotoria um termo de ajustamento de conduta (TAC) e/ou uma recomendação que, caso não sejam cumpridos, será movida uma ação civil pública contra a empresa.”

Fonte: Assessoria Câmara Portão

Postar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

15 + 13 =

%d blogueiros gostam disto: