CPI da Água teve relatório aprovado na Câmara de Ivoti

Postado por Ari Schneider  /   novembro 13, 2014  /   Postado em @destaque-foto, Geral  /   Nenhum comentário

Em sessão extraordinária realizada na noite de quarta-feira (12), a Câmara de Vereadores aprovou o relatório final da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) que investiga as denúncias de irregularidades na Autarquia Água de Ivoti. O documento, lido na íntegra pelo relator, vereador Paulo Führ, agora será encaminhado ao Ministério Público da Comarca de Ivoti e ao Ministério Público de Contas do Tribunal de Contas. O presidente da Câmara e da CPI, Roberto Schneider, já agendou reunião com MP para entrega dos documentos. A vereadora Verônica Dhein, integrante da comissão que investigou o caso, votou contrário ao relatório e também solicitou (o que foi aceito) a anexação de outro relatório feito por ela.
A CPI
A Comissão Parlamentar de Inquérito foi criada no início do mês março por solicitação do vereador Alcido Ratzinger e foi subscrito pelos vereadores Silvani Raupp Mees, Cleiton Birk (Pires), Roberto Schneider e Paulo Führ. Apoiadores do prefeito Arnaldo Kney, os vereadores Ditmar Hinnebusch, Ursula Fröehlich Weber e Verônica Dhein não assinaram o documento e se mostraram contrários a instalação da comissão. Na mesma ocasião, o Ministério Público instaurou inquérito civil para investigar supostas irregularidades em algumas contratações da Autarquia Água de Ivoti.
Entre as justificativas dos vereadores para abertura da CPI estavam as muitas cobranças da comunidade. No início do mês de junho as testemunhas começaram a ser ouvidas, o que rendeu um relatório de 16 páginas. Um dos primeiros a ser convocado foi Baltasar Hansen, diretor da Autarquia.
A CPI concluiu que pode ter havido direcionamento na licitação que definiu a “empresa especializada em serviços de consultoria e assessoria para dar apoio ao Município no planejamento e organização da autarquia Água de Ivoti”. Outro problema apontado pela CPI diz respeito ao não cumprimento por parte de empresa contratada pela Autarquia Água de Ivoti de todos os serviços “e mesmo assim recebeu todo o valor do contrato”.
O relatório, com votos favoráveis de Roberto Schneider e Paulo Führ e voto contrário de Verônica Dhein, se encerra assim: “Face ao todo exposto, em função da prática das irregularidades investigadas e comprovadas entendo que deva o presente relatório e cópia dos autos da Comissão Parlamentar de Inquérito ser remedida para o Representante do Ministério Público da Comarca de Ivoti e ao Representante do Ministério Público de Contas do Tribunal de Contas (…)”.
A vereadora Verônica Dhein, no relatório que foi anexado aos autos do processo, diz: “Ciente do relatório apresentado, ao qual tenho o maior respeito, manifesto minha inconformidade com seu conteúdo, razão pela qual voto contra o mesmo na íntegra. (…) Registro que não se trata neste momento de advogar em favor de nenhuma das partes envolvidas, apenas de esclarecer à opinião pública e a comunidade quanto aos fatos relevantes que envolveram a gestão do abastecimento de água e esgoto do município.”

Postar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

19 − três =

%d blogueiros gostam disto: