Efeitos negativos do projeto contra enchentes do Caí avaliados em Capela de Santana

Postado por Ari Schneider  /   outubro 23, 2014  /   Postado em @destaque-texto, Geral  /   Nenhum comentário

Uma reunião com a participação das secretarias da Agricultura e Meio Ambiente de Capela de Santana e Nova Santa Rita, Emater, conselheiros do Irga dos dois municípios, coordenadores dos assentamentos de Capela de Santana e produtores rurais foi realizada na segunda-feira (20), em Capela de Santana. Objetivo foi avaliar o complexo de obras que estão previstas e em estudo na Metroplan, para minimizar os efeitos das cheias do Rio Caí.

Ocorre que está previsto um corte no rio para beneficiar os municípios de São Sebastião do Caí e Montenegro, mas vai gerar um grande ônus a Capela de Santana e Nova Santa Rita. Os dois municípios não foram incluídos no estudo da Metroplan. A reclamação é que o corte no rio prejudicará diversas comunidades ribeirinhas e zonas de produção de arroz, inclusive três assentamentos do Incra. Segundo autoridades que participaram da reunião, este efeito teria grande impacto nas arrecadações de Capela e Nova Santa Rita, além dos efeitos ambientais e socioeconômicos. Causou estranheza entre os representantes municipais o fato de que as tratativas da Metroplan, inclusive para o requerimento de verba Federal, já esteja tão adiantadas, sem ter ocorrido uma consulta prévia aos municípios de Capela de Santana e Nova Santa Rita.

Os representantes de comunidades que estavam reunidos deliberaram então pelo encaminhamento de uma ação civil pública com a finalidade de exigir que mais estudos de impacto sejam realizados também para os municípios de Capela de Santana e Nova Santa Rita, antes de dar início a qualquer obra.

Fonte: ACPCS

Postar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

13 − seis =

%d blogueiros gostam disto: